UFC no Futebol

Confira nesse post as brigas dos times brasileiros em competições sul-americanas:

Em 2003, São Paulo e River Plate protagonizaram uma briga histórica na semifinal da Copa Sul-Americana. A fama de brigão de Luis Fabiano se deve muito a esse jogo. O atacante acertou uma voadora em um oponente e foi expulso, prejudicando seu time, que seria eliminado.Projeto CM6

 

Em 2004, América do México e São Caetano estavam nas oitavas da Libertadores. O time brasileiro conseguiu avançar de maneira suada, com direito a polêmicas de arbitragem. Quando o jogo acabou, os jogadores do time paulista ficaram em campo comemorando e irritaram os mexicanos, que foram para a briga. A confusão envolveu até a torcida, que começou a atacar coisas para dentro do gramado, o time do São Caetano teve que fugir pelos vestiários para não ser vítima de um massacre da torcida mexicana.

Projeto CM6

Em 2009, o Fluminense conseguiu uma classificação épica na semifinal da Copa Sul-Americana, com muita força de vontade, superação e entrega até o minuto final. Até os 47 do segundo tempo, a decisão da vaga na final seria nos pênaltis, mas Gum e Alan, em pouco mais de um minuto, fizeram explodir o Maracanã e garantiram a vitória por 2 a 1 do Tricolor. O Cerro Porteño não aceitou a derrota e partiu para cima do Fluminense. A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro resolveu o assunto.

Projeto CM8

Em 2010, o Internacional venceu o Chivas por 3 a 2 e virou bicampeão da Libertadores. Nem a briga no fim do jogo estragou a festa vermelha. Após o apito final, Reynoso agrediu uma pessoa com agasalho do Internacional. Os jogadores colorados reagiram, e a confusão tomou conta do gramado, sendo contida apenas depois da intervenção dos policiais militares.

Projeto CM6

Em 2011, após o término da partida que definiu o Santos como campeão da Libertadores da América, uma confusão com socos, chutes e empurrões tomou conta de uma fração do gramado do Pacaembu. Segundo os jogadores do Peñarol, o motivo da briga foi a provocação de um torcedor santista, que teria entrado no gramado e provocado os uruguaios.

Projeto CM8

Em 2012, eliminados, os jogadores do Argentino Juniors causaram grande confusão e partiram para briga. A turma do Fluminense precisou de jogo de cintura, ainda mais porque a polícia ficou assistindo a maior parte da confusão. Notem a expressão de terror do argentino.

Projeto CM6

Em 2017, assim que acabou o jogo entre Peñarol e Palmeiras, pela Taça Libertadores da América, começou uma confusão em campo e também nas arquibancadas. O volante Felipe Melo era o principal alvo dos uruguaios. Jogadores trocaram agressões no gramado e alguns palmeirenses foram cercados. Na torcida, os uruguaios tentaram invadir a área destinada os brasileiros e jogaram objetos. Seguranças e policiais contiveram a confusão.

Projeto CM6

É isso aí galera! Gostou? Dúvidas, críticas, elogios, TUDO será bem-vindo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s